Menu > Catálogo > HISTÓRIA DAS RELAÇÕES DE TRABALHO: Brasil e Portugal em perspectiva global. Marcelo Badaró Mattos, Paulo Terra, Raquel Varela (Organizadores)

 

HISTÓRIA DAS RELAÇÕES DE TRABALHO: Brasil e Portugal em perspectiva global

Marcelo Badaró Mattos, Paulo Terra, Raquel Varela  (Organizadores)

 

SINOPSE: O Brasil passa atualmente por significativas transformações nas relações de trabalho. Em um olhar amplo e sintético, podemos lembrar da grande concentração de trabalhadores no meio urbano; da alteração do perfil da força de trabalho do ponto de vista da qualificação escolar e da distribuição por gênero; do elevado grau de “informalização” da contratação; ao que se somam os processos de terceirização, contratação temporária e predomínio dos empregos de baixos salários entre a força de trabalho formalizada. As mudanças na legislação trabalhista, recentemente aprovadas tendem a agravar o quadro de precarização das relações laborais. Este livro insere-se num esforço de pesquisa cujo objetivo mais amplo é quantificar e analisar qualitativamente os quadros gerais das relações laborais não só no Brasil recente, mas em um recorte muito mais amplo, isto é, entre o início do século XIX e as primeiras décadas do século XXI, assinalando as formas como a força de trabalho e as relações de trabalho modificaram-se e adaptaram-se às transformações sociais, econômicas e políticas do país nos últimos dois séculos. Esse recorte corresponde a profundas transformações nas relações laborais, que incluem, para ficarmos nos marcos mais relevantes, a abolição da escravidão no Brasil (1888), o impacto da imigração estrangeira em massa na virada do século XIX para o XX, as migrações campo-cidade ao longo do século XX, e o processo recente de precarização das relações de trabalho, em um quadro histórico mais longo de forte peso da informalidade e dos empregos de baixa remuneração.           Os grandes fluxos migratórios – tanto os explicitamente forçados, como a diáspora africana decorrente da escravidão, quanto os “voluntários”, como a migração europeia da virada para o século XX – são o melhor exemplo da necessidade de um olhar transnacional para pensar tais transformações. Os autores e seus textos aqui reunidos compartilham de uma mesma perspectiva metodológica de análise, sintetizada pela proposta da História Global do Trabalho.

SOBRE O ORGANIZADORES: MARCELO BADARÓ MATTOS é Professor Titular de História do Brasil na Universidade Federal Fluminense. Pesquisador na área da história social do trabalho, dedica-se também aos estudos teóricos no campo do materialismo histórico. É autor e organizador de diversos livros, publicados no Brasil e no exterior. Pela editora Consequência, publicou recentemente Sete notas introdutórias como contribuição ao debate da esquerda socialista no Brasil. PAULO TERRA é doutor em História, professor de História do Brasil na Universidade Federal Fluminense e pesquisador na área da história social do trabalho. Entre suas diversas publicações, destaca-se o livro Cidadania e trabalhadores: cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906), publicado em 2013 pelo Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, como resultado de premiação. RAQUEL VARELA é doutora em História. Investigadora associada à Universidade Nova de Lisboa e ao Instituto Internacional de História Social de Amsterdã, vem atuando também como professora visitante no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense. É autora de diversos livros, entre os quais História do Povo na Revolução Portuguesa, 1974-75 (2014).

FICHA TÉCNICA:

EDITORA CONSEQUÊNCIA                        

ASSUNTO: HISTÓRIA, CIÊNCIAS SOCIAIS.

IDIOMA: Português                                                                                                                              

FORMATO: Brochura

TAMANHO: 23,0 x 16,0cm

EDIÇÃO: 1ª – 2017/2018

PÁGs.: 208

LOMBADA: 1,0 cm

ISBN: 9788569437383

Cadastre-se. Receba novidades, ofertas e cupons.
Desenvolvido por Lojas Virtuais BR